Home Sem categoria Panfletagem marca abertura da campanha contra abuso sexual de crianças

Panfletagem marca abertura da campanha contra abuso sexual de crianças

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Panfletagem marca abertura da campanha contra abuso sexual de crianças
0
6
Estatísticas do Programa FortaleSer, da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), apontam que a maioria dos casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes acontece dentro das casas das vítimas e os padrastos são os maiores abusadores. Somente neste ano, até a primeira semana de maio, foram registrados 190 cadastros de vítimas destes crimes em Campos. Na tentativa de mudar esta realidade, conscientizar a população, pais e parentes das vítimas a denunciar os casos, a FMIJ iniciou nesta segunda-feira (14) a nona edição da campanha “Campos no combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”.
A abertura oficial da campanha aconteceu no Boulevard Francisco de Paula Carneiro (Calcadão) e contou com a participação da presidente e do vice-presidente da FMIJ, Suellen André de Souza e Jeovah de Azevedo Neto, da equipe do programa FortaleSer, de adolescentes do programa Guarda Mirim e de músicos da ONG Orquestrando a Vida.
— Dezoito de maio é o Dia Nacional de Enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Em Campos este trabalho se estende ao longo de uma semana, visando a conscientizar a sociedade sobre a importância de denunciar os casos e a não permissividade deste tipo de crime. O programa FortaleSer tem um papel fundamental na vida das vítimas, pois ajuda a minimizar os danos causados e permite que elas e a família consigam retomar a “vida normal”, não esquecendo do trauma, mas superando-o e sabendo lidar com ele — explicou Suellen.
Funcionários e assistidos da FMIJ realizaram panfletagem e adesivação de carros na área central, abordaram centenas de pessoas que passavam pelo Boulevard alertando sobre a seriedade da questão e a importância da população denunciar os casos, iniciativa fundamental para garantir que o distanciamento entre as vítimas e os abusadores e ainda auxiliar numa possível punição para os criminosos.
São canais de denúncia: Disque 100; Disque 181; Delegacias Especializadas ou comuns; Polícias Militar, Federal e Rodoviária Federal; Ministério Público e Conselhos Tutelares.
Programação — Nesta terça-feira (12) haverá rodas de conversa com adolescentes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) Semeando Arte. Já na quarta-feira (16), equipes do FortaleSer, Conselho Tutelar e CREAS farão panfletagem, adesivagem  e um trabalho de conscientização junto aos caminhoneiros no posto da Barreira Fiscal, na BR 101. Na quinta-feira (17) será feita panfletagem e adesivagem em Goitacazes, Ururaí, no Mercado Municipal, na Avenida Pelinca e na Rodoviária Roberto Silveira.
A programação encerra no dia 18, com o VI Seminário Campos no Combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. O credenciamento acontecerá às 12h e o início do evento às 13h, com uma apresentação dos adolescentes do SCFV Semeando Arte e a palestra “Do silêncio à superação”, com Jamile dos Santos, psicóloga do FortaleSer. Outra palestrante é a Psicóloga do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ/RJ), Glicia Brazil, que abordará o tema “Escuta de criança e adolescente e prova judicial.
Supcom
Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Cadê Campos
Carregar mais por Sem categoria
Comentários estão fechados.

Veja Também

Dois homens e quatro mulheres são presos por tráfico de drogas

Seis pessoas, sendo dois homens e quatro mulheres foram presos, neste sábado (19/05), ao s…