Home Sem categoria Ações integradas entre órgãos para combater crescimento das arboviroses

Ações integradas entre órgãos para combater crescimento das arboviroses

5 Primeira leitura
Comentários desativados em Ações integradas entre órgãos para combater crescimento das arboviroses
0
7

Ações integradas entre diversos órgãos da Prefeitura de Campos para prevenção das arboviroses no município (dengue, Zika e chigungunya) estão previstas para serem realizadas. Agentes do CCZ, juntamente com a equipe da Superintendência de Limpeza Pública, da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental e da Superintendência de Postura, vão percorrer os bairros, distritos e localidade de Campos em mutirões previstos para combater o crescente número registrado das arboviroses.

Para colocar em prática ainda as novas estratégias para o enfrentamento das doenças, uma nova reunião foi realizada nesta segunda-feira (14), na Secretaria de Governo, entre a diretora da Vigilância em Saúde, Andreya Moreira; o secretário de Governo, Alexandre Bastos; o coordenador do Centro de Referência de Doenças Imuno-Infecciosas (CRDI), Luiz José de Souza; e o diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Marcelo Sales. Atualmente, estão confirmados 35 casos de dengue, 55 casos de chikungunya e nenhum de zika.

— É muito importante que as ações sejam realizadas de forma integrada entre as secretarias. A Vigilância, através do CCZ e da Atenção Básica, já tem intensificado as ações de prevenção no combate permanente aos vetores através de ações preconizadas pelas diretrizes nacionais para a prevenção e controle de epidemias. Já as ações de assistência ao paciente estão seguindo as normas e procedimentos técnicos nacionais conforme protocolos e guia de Vigilância Epidemiológica com a finalidade de manter um atendimento eficaz para os usuários acometidos pelas doenças, permitindo reduzir as complicações causadas por estas arboviroses — ressaltou a diretora da Vigilância, Andreya Moreira.

A primeira reunião do Comitê de Prevenção das Arboviroses (dengue, zika e chikungunya) para falar sobre o tema foi realizada no último dia 11, no auditório da Prefeitura, e contou com a presença do prefeito Rafael Diniz.

Segundo o secretário de Governo, Alexandre Bastos, a pasta vai intermediar o contato com as demais secretarias para maior eficácia nas ações.

— Faremos outras reuniões com as pastas afins para integrar o governo municipal no combate a chikungunya e a dengue. Primeiro vamos aguardar o resultado dos índices para avaliar as principais medidas a serem tomadas e os locais em que devemos atuar — disse.

Kits de teste rápido para detectar dengue, zika e chikungunya – Também nesta segunda-feira (14), a Vigilância em Saúde disponibilizou no CRDI os kits de teste rápido para detecção de dengue, zika e chikungunya. Cerca de 15 mil unidades foram enviadas ao município, no último dia 7, pelo Ministério da Saúde, através da secretaria estadual de Saúde. O resultado da análise sai em 20 minutos e para ser submetido ao teste, o paciente tem que apresentar sintomas de uma das doenças.

Supcom

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Redação Cadê Campos
Carregar mais por Sem categoria
Comentários estão fechados.

Veja Também

Dois homens e quatro mulheres são presos por tráfico de drogas

Seis pessoas, sendo dois homens e quatro mulheres foram presos, neste sábado (19/05), ao s…